O Trabalho na Construção da Dignidade Humana.

                Atualmente, vivendo-se em um mundo que gira em torno do capital, é indispensável o trabalho. Não somente pela renda, mas também, porque a sociedade vê com melhores olhos aquele que trabalha.

                O trabalho, como fonte de sustentação domiciliar, para a ajuda de instituições, e também para o prazer daquele que ganha, é algo muito bem visto, simplesmente pelo motivo de que você não está tirando nada de ninguém. Trabalhar não é roubo, assim como o delito cometido por assaltantes não é emprego.

Embora nada supere, que ao ir trabalhar, você sinta prazer disso. Confúcio disse que ao escolher um trabalho que goste, não teríamos que trabalhar um dia sequer em nossas vidas. Ouve-se falar em todos os lugares que temos que unir o útil e o agradável, o dinheiro com o que se gosta de fazer. Só assim, seríamos bem sucedidos financeiramente, e pessoalmente. Nathalie Trutmann, no livro “Manual para Jovens Sonhadores”, deixou bem claro a opinião dela em respeito disso. Mesmo que o que você goste de fazer não dê muito dinheiro, o fato de você trabalhar com isso fará com que se ascenda no trabalho de forma mais rápida. Pessoas que escolhem um emprego pelo salário, terão mais dificuldades de crescer profissionalmente.

Além de tudo, o trabalho molda a humanidade. Ensina valores que são passados de pais, para filhos, como a importância do dinheiro, e como o usar. Quando se passa bem mais da metade da vida trabalhando para se manter, a pessoa aprende a não gastar de forma rápida, fazendo o dinheiro, até mesmo, render e durar mais.

Como vai ser utilizado, principalmente, depende do quão dedicado a ser bem sucedida essa pessoa possa ser. Quem trabalha, presentemente, é bem visto pelos outros cidadãos, e até mesmo, invejado. Por morarmos em um país em que a desigualdade social é colossal, aqueles que têm pouco invejam os que têm, mesmo não sendo muito, porque essa pessoa tem um trabalho.

E como disse Einstein, “o único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”, então é estritamente necessário dedicarmos ao trabalho, para termos momentos recompensadores ao longo da jornada.

Miss Allecram Reggiani

About these ads

6 Responses to “O Trabalho na Construção da Dignidade Humana.”


  1. 1 Rodrigo Machado Burgos Lima abril 17, 2013 às 5:51 pm

    bom o seu texto, mas notei poucas vezes algumas palavras escritas de modo incorreto, como, por exemplo, “para termos momentos recompensadores ao longa da jornada”. Como assim?! Ao longa da jornada… Não seria correto dizer “ao longo da jornada” ao invés dessa construção mal pensada? Nessa oração, essa construção (ao longo) não é uma característica da jornada! Então porque “ao longa da jornada”? Essa frase até me dá calafrios. Ao longo, nessa oração, que dizer “durante”, ou seja, está modificando o sentido do verbo de algum modo.

  2. 3 Dani junho 5, 2013 às 9:16 pm

    Para os fãs da Nathalie!

    Tour Nathalie Trutmann, Chief Magic Officer da FIAP! Grátis o Manual Para Jovens Sonhadores: http://esy.la/18W6WUO

    Vai lá e faz! ;)

  3. 4 Lucas Rodrigues agosto 12, 2013 às 1:26 pm

    Miss Marcella Reggiani ;) Parabéns pelo texto,me ajudou muito.

  4. 5 Alisson Silva Moraes outubro 2, 2013 às 3:13 pm

    Texto muito bom!! Foi tudo que estava procurando.

  5. 6 Eliada junho 24, 2014 às 12:12 am

    Muitoo boa
    Me ajudou muito


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: